Cultura organizacional: como construir normas e condutas?

A cultura organizacional é a essência de uma empresa. É por meio dela que os funcionários poderão cumprir as suas obrigações de maneira ética e padronizada, fazendo com que o trabalho esteja em harmonia com as demandas da corporação e respeite a individualidade dos outros colegas que atuam no mesmo negócio.

Mas como construir um conjunto de normas e condutas? O que fazer para que os funcionários as cumpram e como cobrá-las? A resposta para essas perguntas você encontrará no nosso artigo de hoje, que trará um panorama das principais condutas que devem estar presentes em uma organização!

A importância da cultura organizacional

Antes de mostrarmos quais regras devem estar presentes na empresa, é importante esclarecermos a importância da cultura organizacional. Ela está principalmente atrelada às pessoas e é uma forma de fazer com que o trabalho siga um padrão e as relações interpessoais sejam harmônicas.

É fundamental que a empresa a mantenha — dadas as diferenças entre os indivíduos —, pois ela garantirá a justiça no tratamento de todos os profissionais, bem como a excelência de produção e prestação de serviços. Responsabilidade, integridade, meritocracia, humildade e comprometimento são apenas algumas das características intrínsecas e essenciais aos funcionários.

As principais regras e condutas de uma cultura organizacional de sucesso

A seguir, mostraremos algumas das principais regras e condutas que devem ser implementadas dentro da empresa. Em cada um dos tópicos você descobrirá como estruturar o processo, cobrar e estimular todos os funcionários a cumprir o que foi estipulado.

Uso de EPI

Os EPIs (Equipamento de Proteção Individual) são os materiais utilizados pelo trabalhador visando a sua integridade física. As empresas compostas por trabalhos de risco precisam oferecer esses insumos aos seus funcionários, fazer a troca desses materiais quando necessário, orientando e treinando o trabalhador para que ele faça o bom uso deles. O objetivo é tornar o ambiente de trabalho mais seguro, evitando problemas tanto para empregadores quanto para os empregados.

Por isso, é importante que a empresa conte com um monitoramento constante dos seus colaboradores por meio de um profissional de segurança do trabalho. Além disso, oferecer material para que o funcionário se eduque a respeito do EPI é fundamental.

Tanto os treinamentos em grupo quanto as placas sinalizadoras devem ser usadas para reforçar a importância do uso do equipamento. O não cumprimento por parte do funcionário é passível de punição por parte da empresa, inclusive, advertências.

Respeito entre os colegas de trabalho

Como já mencionamos, uma empresa é constituída por pessoas diferentes, cada qual com a sua personalidade, maneira de trabalhar, entre outros. No entanto, isso não pode interferir na boa convivência no ambiente profissional.

Por esse motivo, é importante estabelecer regras, como respeito a hierarquia, entre colegas etc. O funcionário que por qualquer motivo for agressivo, desacatar, humilhar ou interferir em um trabalho que não lhe compete poderá ser demitido por justa causa.

Uma maneira de evitar esses problemas é estimular o diálogo, mostrando a importância da harmonia entre os colegas, o respeito aos superiores. Logo, é importante que os líderes deem esse exemplo, sendo trabalho deles monitorar o grupo.

Código de punições e burocracias

Um código de conduta que estipule as regras que são passíveis de punição deve ser estabelecido, facilitando assim a introdução da cultura organizacional. Isso evita falhas na comunicação e desentendimentos, já que o funcionário saberá que se infringir alguma regra será punido e como.

Outro detalhe importante que deve estar presente nesse documento são as regras com relação ao recebimento de salário, benefícios (cartão-alimentação, vale-transporte etc.), bônus, férias e outros detalhes. Assim, o funcionário poderá fazer a solicitação corretamente e não gerará retrabalho aos setores da empresa responsáveis por essas atividades.

Geralmente, quem faz esse monitoramento é o RH, que inclusive deve disponibilizar um documento online ou impresso para que o colaborador possa sempre consultar. Aliás, é essencial que o setor reforce a leitura do material por meio de campanhas internas.

Enfim, criar uma cultura organizacional eficaz depende do alinhamento entre empresa e colaboradores. Por isso, é fundamental procurar sempre fortalecer esse relacionamento para que as regras sejam aplicadas.

Ainda tem alguma dúvida sobre como construir normas e condutas na cultura organizacional? Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This