Como escolher o cartão corporativo ideal para sua empresa?

Pensar em endomarketing é o mesmo que procurar soluções inteligentes para manter seus colaboradores motivados. Afinal, quem lida com recursos humanos sabe da importância que a motivação tem no desempenho de uma empresa.

Nesse sentido, o cartão corporativo surge como uma importante alternativa. Além de servir como premiação para aqueles que tiveram um bom rendimento, ele também é fundamental para viagens e na prestação de serviços externos, entre outras situações.

No entanto, como escolher a melhor opção? Quais critérios levar em conta para essa tomada de decisão? Se você deseja saber mais sobre o tema e obter as respostas para essas perguntas, continue lendo o texto!

Avalie a bandeira

Cartões de benefícios têm bandeiras, assim como os tradicionais oferecidos pelos bancos aos seus correntistas. A bandeira, geralmente sinalizada no canto inferior direito do cartão, representa a empresa responsável por cuidar das operações feitas naquela conta. 

Sendo assim, é relevante conhecer a reputação dessa corporação e a sua forma de trabalhar, pois isso pode determinar, por completo, o sucesso ou o fracasso de uma campanha embasada em cartões corporativos. Veja, abaixo, algumas das mais famosas:

  • Elo;
  • American Express;
  • Visa;
  • Mastercard;
  • Diners Club.

Considere as taxas e as tarifas do cartão corporativo

Além de pensar nos melhores benefícios para os funcionários, também é necessário optar por um cartão que se encaixe nas condições financeiras do empreendimento. Por isso, verifique atentamente todas as taxas de juros e pagamentos de cada uma das opções.

Escolher a alternativa que tenha tarifas mais amigáveis possibilita a continuidade da estratégia de motivação. Dessa forma, não será preciso interrompê-la ou causar algum tipo de desconforto nos colaboradores. 

Escolha um cartão corporativo pré-pago

Inserir as premiações em um cartão pré-pago pode ser estratégico de diversas maneiras. Primeiramente, porque ele permite um maior controle, não só por parte da empresa, que concede o benefício, mas também pelo colaborador, que sabe exatamente de quanto dispõe como bônus ou para gastar em uma viagem de serviço.

Para gerir o fluxo de caixa e lidar com o reembolso de despesas, por exemplo, ele também se mostra como uma escolha mais acertada do que um cartão de crédito, além de costumeiramente ter melhores taxas. 

O controle de gastos é pleno, à medida que os recursos a serem transferidos para um pré-pago são definidos de acordo com as necessidades da ocasião. Isso é ideal para uma campanha motivacional e também para trabalhos externos. 

Outro quesito que torna essa modalidade bastante atrativa é o fato de ser recarregável. Ou seja, caso algum imprevisto aconteça, surja uma nova demanda ou o benefício seja renovado, há a possibilidade de enviar mais dinheiro para o cartão.

Com esse tipo de incentivo, a tendência é que ocorra uma significativa melhora na retenção de talentos de sua corporação. Cartões de incentivo ainda são úteis na captação de profissionais qualificados, fazendo com que se interessem pela vaga e pela cultura organizacional do negócio. Sendo assim, escolher o cartão corporativo ideal pode ser um grande passo para que a sua empresa cresça. 

Se você gostou deste texto, aproveite para ler o conteúdo sobre os motivos para se contratar uma administradora de cartões!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This